Blog

Postado em 21 de Julho de 2015 às 09h36

Recomendações Para Pacientes Reumáticos

Dicas (13)

Repouso ou Exercícios: qual a melhor opção?

O médico e o paciente devem estabelecer, como parte do tratamento, um programa equilibrado de repouso e exercícios. Haverá mais repouso e menos exercícios num estágio mais agudo ( mis grave), isto é, na presença de sintomas, e, vice-versa, nas fases de melhora.
O descanso do corpo inteiro, usualmente na cama, ajuda a vencer a inflamação. Entretanto, o repouso prolongado pode produzir uma desconfortável rigidez nas juntas enfermas. É sempre bom alterar períodos de atividade com breves períodos de repouso.
Exercícios são de grande importância. A artrite reumatóide é uma doença que tende a endurecer as juntas e restringir-lhes os movimentos, em especial aquelas que não forem usadas. Assim, em uma longa viagem de automóvel ou até mesmo pela manhã, quando o paciente se levanta, pode haver muita dor e rigidez.
Desta forma, é importante que, sempre com orientação médica, os paciente realizem exercícios físicos que movimentem as juntas e articulações durante o dia, sem que isso tome muito tempo, visando evitar a dor, a rigidez e muitas vezes até a deformidade e a invalidez.
Os exercícios podem ser praticados sozinhos, sem qualquer ajuda, ou feitos na presença do médico ou fisioterapeuta.
Os exercícios não devem ser dolorosos ou, pelo menos, devem somente provocar uma dor de intensidade leve.
Em determinados períodos da artrite, o exercício não é recomendado. Todo o tratamento está condicionado à situação de cada paciente, e o médico deve proceder a um julgamento individualizado sobre o que deve ser feito. Exercícios serão quase sempre uma parte do tratamento adotado, seja por algum tempo ou permanentemente.

Utilidade do calor

O calor é um antigo e eficiente recurso de relaxamento da musculatura e de alívio no sofrimento provocado pela artrite nas juntas. O médico pode, por exemplo, recomendar um banho quente pela manhã, bem cedo, logo após o paciente se levantar. Essa é uma hora que a maioria das pessoas com artrite reumatóide sofre, mais agudamente, rigidez e dor. O médico pode enfatizar a importância do banho tomado imediatamente após o levantar e não um pouco depois. Os banhos raramente devem ultrapassar 20 minutos de duração e não são recomendados mais de uma vez por dia.

Banhos Especiais

Hospitais e clínicas muitas vezes oferecem uma variedade especial de equipamentos para banho ou hidroterapia (tratamento por meio da água) para artrite reumatóide. O paciente ficará em um tanque onde um dispositivo movimenta a água e a faz borbulhar, produzindo uma delicada massagem e calo brando. Existe tanque menores, nos quais o tratamento é dirigido a determinadas partes do corpo, como braços, mãos, pernas e pés. Piscinas terapêuticas com água morna, úteis para problemas especiais, também são encontradas. Equipamentos desse tipo podem ser obtidos para uso doméstico, mas o paciente não deve adquiri-los sem

antes aconselhar-se com seu médico. Há pessoas que pioram com o calor, que, portanto, só pode ser indicado pelo seu médico.

Uso de talas

Talas são usadas, às vezes, à noite, para dar descanso adicional e serão também usadas como auxílio na prevenção de contraturas. Uma contração ocorre quando não se pode distender uma junta, devido ao encolhimento de músculos e ligamentos. Quanto mais tempo uma junta ficar dobrada ou e flexão, maior risco de que fique endurecida. Esforços devem se feitos no sentido de evitar a contratura. Talas removíveis são usadas, com freqüência, à noite e por determinados períodos diurnos. Diferentes tipos de material são hoje disponíveis para moldar talas bem leves, que são planejadas de modo a proporcionar descanso e apoio às juntas afetadas. Uma tala para punho, por exemplo, permite o uso dos dedos e das mãos, enquanto protege a junta dolorida e/ou deformada.
Porém, somente o médico pode indicar os casos onde a utilização destas talas é adequada.

Muletas e Bengalas

Algumas juntas ( os joelhos, por exemplo) carregam muito do peso do corpo, quando estamos de pé ou caminhando. Algumas vezes é necessário proteger essas juntas que suportam pesos. Nesses casos, o médico pode recomendar uma distribuição parcial ou limitada do suporte do peso com o uso de bengalas ou muletas, que são muito boas como aparelhos auxiliares. Elas dividem a carga e, desse modo, protegem os joelhos e os pés. Os pacientes não devem usá-las sem instruções de como fazê-lo.

Sapatos são Importantes

Usar sapatos mal desenhados ou mal adaptados pode causar deformidade do pé e inabilidade do paciente com artrite tanto quanto a própria artrite. Sapatos com bico fino, com salto alto e apertados tendem a acentuar as deformidades que ocorrem nessa doença. Uma boa adaptação é essencial. Os sapatos devem servir corretamente, tanto na largura como no comprimento. Seu médico também pode prescrever sapatos corretivos, que são muito úteis para pacientes com artrite. Tênis folgados e leves, como os usados por corredores de longa distância, são, em geral, satisfatórios.

Postura Ajuda

Uma boa postura quando descansando na cama, ou sentado, ou caminhando, é muito importante para os pacientes com artrite reumatóide. Má postura pode trazer deformidades e contraturas e também pode agravar a dor em certas juntas. Aprender a erguer e segurar objetos também é importante nesse sentido.

O Tratamento

1. Não interrompa o tratamento.
2. Não sentir dor não significa cura.
3. Confie nas orientações do seu médico.
Não aceite sugestões para troca dos medicamentos prescritos pelo médico. Só ele conhece o seu estado e sabe do que você precisa.

Lembre-se de que leigos ou mesmo farmacêuticos não estão autorizados a indicar ou substituir qualquer medicamento de venda sob prescrição médica.

Veja também

Estenose de Coluna30/07/15 É um estreitamento do canal onde passa a medula e a cauda equina. Sintomas: Paciente relata dor cervical ou lombar por vários anos associado a um recente dessenvolvimento de dor em membros inferiores ou superiores, dormência, fraquesa e cãimbras. Os sintomas, de dor, podem envolver um ou ambos os membros ou áreas diferentes dos mesmos. - após caminhar......
Curvatura da Coluna Vertebral31/07/15 A coluna vertebral ( ráquis ) é constituída pela superposição de uma série de ossos isolados denominados vértebras. Superiormente, se articula com o osso occipital (crânio); inferiormente, articula-se com......
O que é Lordose?30/07/15 Lordose é um transtorno definido por uma curvatura excessiva da coluna para dentro. Ela difere das curvas normais da coluna nas regiões cervical, torácica e lombar, as quais são, até um certo grau, cifóticas ou......

Voltar para Blog