Blog

Postado em 30 de Julho de 2015 às 22h25

Ler ( Lesão esforço repetitivo)

Doenças (13)
Centro de Coluna Chapecó/SC Tudo o que você nunca soube sobre uma doença que ainda não conhece, mas pode ter. O que é LER? As lesões por esforços repetitivos, conhecidas no Brasil como LER,...

Tudo o que você nunca soube sobre uma doença que ainda não conhece, mas pode ter.

O que é LER?

As lesões por esforços repetitivos, conhecidas no Brasil como LER, são produzidas por um conjunto de situações que dependem da organização do trabalho( causas externas ) e das condições físicas e emocionais das pessoas (causas internas, ralacionadas com o tipo de personalidade e de estrutura física de cada um). Somente quando ambos os fatores ( externos e internos) se juntam é que o risco de sofrer LER aumenta.
As LER provocam dor porque são acompanhadas por inflamações que se localizam nos tendões, nos músculos e nervos do pescoço, das costas, dos ombros, dos braços, punhos e mãos, de pessoas cujo trabalho exija movimentação repetitiva dos braços e das mãos, posturas incorretas e , mais frequentemente, a associação de ambas.

Quem pode desenvolver a LER?

As LER não atingem somente os digitadores, os caixas de banco e os trabalhadores das linhas de montagem. Ela existe entre os artistas( músicos, bailarinos, pintores), entre os atletas (vôlei , tênis, natação), entre os profissionais liberais (dentistas , arquitetos). Enfim, elas podem ocorrem com qualquer pessoa que execute atividades físicas, ou seja, com qualquer pessoa que trabalha em situação constante e repetitiva.

Quais são as causas da LER?

Todos nós temos um limite de capacidade para suportar os esforços físicos e as ameaças que a vida nos apresenta e, muito frequentemente, esses limites são ultrapassados, seja no que diz respeito à realização de esforços físicos, seja quanto à intensidade e duração de ameaças que o trabalho apresenta. Vamos imaginar uma pessoa que começa a trabalhar como caixa de banco ou, em uma linha de montagem de componentes eletrônicos ou ainda, como operadora de central de telefonia. O trabalho das funções acima mencionados e em uma série de outras, requer alguns pré-requisitos pessoais importantes:

1) Boa resistência da musculatura do pescoço, dos ombros e das costas.

2) Manutenção de postura adequada.

3) Condicionamento físico para suportar trabalho estático do pescoço e das costas e, ao mesmo tempo, resistência para a manutenção prolongada de movimentos dos ombros e das mãos.

4) Estabilidade mecânica da principais articulações ( ombro, cotovelo, punho e dedos ).

5) Condições emocionais favoráveis( ausência de problemas familiares sérios, necessidades pessoais básicas realizadas ou percebidas como realizáveis e gostar do trabalho que está desenvolvendo).

A maioria das pessoas raramente estão preparadas física e emocionalmente para os esforços e as pressões da vida moderna, propiciando uma condição favorável ao surgimento das LER. Se você se enquadra no exemplo que apresentamos, não se assuste e não se desespere.

Como eu descubro se tenho a LER?

1) Procure se informar com um médico sobre o que são as LER e diagnosticar com segurança se você tem de fato algum tipo de LER.

2) Não se apavore se começar a sentir dor no ombro ou no punho, depois de um dia muito intenso de trabalho. O cansaço que normalmente acompanha tal situação desaparece com repouso adequado.

LER – Comece a cuidar. Procure o seu médico.

Se você passa o dia inteiro fazendo os mesmos movimentos, comece a mudar. Mexa-se, saia da rotina, evite a mesmice. Procure o seu médico. Comece a combater a LER, lendo este folheto.

Veja também

Recomendações Para Pacientes Reumáticos21/07/15Repouso ou Exercícios: qual a melhor opção? O médico e o paciente devem estabelecer, como parte do tratamento, um programa equilibrado de repouso e exercícios. Haverá mais repouso e menos exercícios num estágio mais agudo ( mis grave), isto é, na presença de sintomas, e, vice-versa, nas fases de melhora. O descanso do corpo inteiro, usualmente na cama, ajuda a vencer a inflamação. Entretanto, o......
Informações Preventivas e Ergonômicas 30/07/15 1-Exercícios para conservar os limites de movimentos mais fáceis e indolores e um bom tonus muscular. 2-Quando sentado usar suporte lombar e reclinar o encosto, quando possível. 3-Usar uma cadeira com suporte de braço, quando......
Ergonomia básica preventiva para o local de trabalho06/04/10 Existem certas orientações básicas sobre ergonomia que podem ajudar um funcionário a evitar dores ou lesões nas costas: • Faça uma descrição da função com base nos esforços......

Voltar para Blog