Blog

Postado em 06 de Abril de 2010 às 09h16

Ergonomia básica preventiva para o local de trabalho

Dicas (13)
Centro de Coluna Chapecó/SC Existem certas orientações básicas sobre ergonomia que podem ajudar um funcionário a evitar dores ou lesões nas costas: • Faça uma descrição da...

Existem certas orientações básicas sobre ergonomia que podem ajudar um funcionário a evitar dores ou lesões nas costas:

• Faça uma descrição da função com base nos esforços presentes em um ambiente de trabalho específico, o tempo utilizado desempenhando a tarefa e a biomecânica (definição dos movimentos humanos) usados na tarefa.
• Use a postura corporal como uma ferramenta que pode ser modificada para atender as demandas do cargo com um esforço mínimo dos músculos, ligamentos, ossos e articulações.
• Aprenda e use a mecânica corporal apropriada de forma a limitar o esforço mecânico extra para completar a tarefa.
• Mantenha-se em forma e com flexibilidade e desenvolva uma força de reserva.
Identificando a postura ruim e os riscos

Muitas situações potencialmente danosas que levam às lesões nas costas podem ser identificadas e evitadas se quatro regras práticas forem seguidas:

1 - Postura estática prolongada é o inimigo. O corpo saudável só pode tolerar a permanência em uma única posição por cerca de 20 minutos. É por isso que permanecer sentado em um avião, na cadeira do escritório ou no cinema se torna desconfortável em pouco tempo. A permanência em um mesmo lugar, como num piso de concreto em uma linha de produção por longos períodos de tempo costuma causar dores nas costas. A permanência em uma mesma posição diminui lentamente a elasticidade dos tecidos moles (tendões e ligamentos musculares das costas). Assim, o esforço cria e causa desconforto na região das costas e/ou desconforto nas pernas. A solução é simples. Mude frequentemente de posição. Baste mover-se. Levante-se ou sente-se, alongue-se, faça uma breve caminhada. Ao retornar para a postura em pé ou sentada, use uma postura alternativa por alguns momentos e uma parte da elasticidade dos tecidos necessária para proteger as articulações retornará.

2 - Alongamento freqüente ou repetitivo na extensão máxima do movimento, ou posturas estranhas, angulares, podem prejudicar as articulações. Funções que requerem movimento repetitivo freqüente, levantamento de algo do solo, sobre a cabeça, movimentação de cargas pesadas ou uso de força rotacional ou torção enquanto segura algum material podem ocasionar lesões nas costas no futuro.

3 - Cargas pesadas oferecem maior risco. Se o trabalho requer a movimentação de objetos pesados ou volumosos, é importante ter as ferramentas apropriadas ou solicitar ajuda.

4 - Cansaço faz as pessoas se moverem de modo mais desajeitado. Se alguém estiver muito cansado ou se sentir exausto, é aconselhável evitar erguer objetos pesados sozinho ou de modo rápido.

Se seguir essas regras práticas de ergonomia for um problema freqüente, o trabalhador corre o risco de continuar ou agravar uma lesão nas costas.

Ergonomia e dor nas costas no local de trabalho

Lesões nas costas comuns no local de trabalho

A dor nas costas é uma das lesões relacionadas ao trabalho mais comuns e geralmente é causada por atividades normais de trabalho, como sentar em uma cadeira no escritório ou levantar peso. A aplicação dos princípios da ergonomia – o estudo do local de trabalho em relação ao trabalhador – pode ajudar a prevenir dores nas costas ou lesões relacionadas ao trabalho e ajudar a manter a saúde das costas.

O objetivo de um programa de ergonomia na indústria é adaptar o local de trabalho a um trabalhador específico, conforme a descrição da função, as tarefas necessárias e a constituição física do funcionário que desempenha essas tarefas. Dois tipos de situações costumam fazer com que as pessoas passem a sentir dores nas costas ou desenvolver uma lesão nas costas no trabalho:

1 - Lesão não-acidental, onde a dor surge como resultado de atividades normais e de requisitos da tarefa. Mecânica corporal ruim, atividade prolongada, movimentos repetitivos e fadiga são os principais contribuintes para essas lesões. Isso pode ocorrer em decorrência da permanência na posição sentada em uma cadeira no escritório ou em pé por muito tempo em uma posição.

2 - Lesão acidental, onde um evento inesperado desencadeia uma lesão durante a execução de uma tarefa. Uma carga que escorrega ou se desloca quando está sendo erguida, um escorregão e queda ou bater a cabeça na porta de um armário são exemplos comuns. Esses acidentes podem causar um golpe no pescoço, nas costas e em outras articulações com luxação ou rompimento dos tecidos moles nas costas.

Lesão nas costas causada por trabalhos que requerem participação física

Funções que exigem muito da parte física e necessitam de levantamento repetitivo (tal como na enfermagem ou na indústria pesada) são de grande risco tanto para a lesão não-acidental como para a acidental das costas. Por exemplo: muitos trabalhadores da área da saúde apresentam problemas nas costas porque os pacientes são de diferentes estaturas e pesos, tendo necessidades variáveis. Geralmente, os pacientes necessitam de ajuda para mudar de posição, levantar de uma cadeira e caminhar. Do mesmo modo, o esforço físico necessário em um acidente ou incêndio para salvar uma pessoa presa ou salvar uma vida é imprevisível. Os mesmos problemas ocorrem na indústria da construção, onde a consistência de tarefas é um desafio.

Lesão nas costas por ficar sentado em uma cadeira no escritório

As pessoas que ficam sentadas a maior parte do dia, tais como aquelas que trabalham no computador sentadas em um escritório, também apresentam um alto risco para lesão não-acidental nas costas. A ergonomia do escritório ou do computador pode ajudar a minimizar o risco de lesão repetitiva, como a síndrome do túnel do carpo e os riscos associados a permanecer sentado por muito tempo, como luxação no pescoço, dor na parte inferior das costas e na perna.

Este artigo resume a utilização dos conceitos ergonômicos, padrões mecânicos e boa mecânica corporal (biomecânica) que podem contribuir para a redução das lesões nas costas no ambiente de trabalho para muitas funções. E o mais importante: manter a boa forma física, a força e a flexibilidade melhoram a possibilidade de evitar lesões nas costas em todos os tipos de ambientes de trabalho.

Veja também

Lombalgia e Lombociatalgia31/07/15 São dores sentidos na região lombar e membros, região das costas situada acima das nádegas e que ocupa aproximadamente o terço final da coluna vertebral, podendo irradiar-se para as nádegas, coxas e pernas. É uma hérnia discal (núcleo do disco extruido) essa hérnia fica comprimindo o nervo ciático onde muitas vezes a pessoa pode perder as......
Curvatura da Coluna Vertebral31/07/15 A coluna vertebral ( ráquis ) é constituída pela superposição de uma série de ossos isolados denominados vértebras. Superiormente, se articula com o osso occipital (crânio); inferiormente, articula-se com......

Voltar para Blog