Blog

Postado em 21 de Julho de 2015 às 15h00

Dicas para as mulheres

Dicas (13)
Centro de Coluna Chapecó/SC Além dos cuidados que a todos se aplicam, as mulheres estão sujeitas a situações específicas necessitando de cuidados redobrados. A VAIDADE x A SUA...

Além dos cuidados que a todos se aplicam, as mulheres estão sujeitas a situações específicas necessitando de cuidados redobrados.

A VAIDADE x A SUA SAÚDE

Acessório que adiciona às mulheres mais um tom de elegância e beleza, o salto alto pode agir como vilão. E além da coluna, os pés, a panturrilha e o joelho também podem ser vítimas da elegância feminina. Se não é possível deixar de usá-los, é necessário evitar e prestar atenção aos seus efeitos.

Professor da Universidade de San Diego, EUA, o neurocirurgião Dr. Luiz Pimenta reforça “Existem várias situações do dia-a-dia em que danificamos gradativamente nossa coluna. Pequenas mudanças em nossos hábitos podem gerar grandes benefícios em longo prazo”, lembrando o ditado popular “melhor prevenir do que remediar”.

A coluna é desenhada para que exerça funções de sustentação, movimento e proteção do corpo. O eixo longo da coluna tem curvaturas que ajudam na distribuição da carga corporal, dividindo o esforço também com a musculatura abdominal e das costas. Quando uma mulher está com sapato de salto o corpo é “jogado” para frente, mudando o centro de equilíbrio do corpo. Naturalmente, para manter a estabilidade o corpo é endireitado com auxílio da coluna, em um movimento que aumenta a curvatura da coluna lombar (lordose). Essa mudança sobrecarrega a musculatura das costas e articulações da coluna, o que pode em curto prazo gerar dores e desconfortos. Se usados diariamente por um longo tempo, a utilização errada dos componentes da coluna acelera o desgaste natural, podendo ocasionar problemas relacionados por doenças degenerativas, como a hérnia de disco.

Além disso, um salto alto agulha pode aumentar muito as possibilidades de acidentes, como as quedas e torções de tornozelo. Para evitar esses danos agudos ou crônicos ao corpo, saltos de até 3 centímetros são altamente recomendados para o uso diário. Calçados de saltos grossos ou plataforma ajudam na distribuição do peso do corpo, evitando acidentes e prevenindo dores nos pés.

E o Dr. Pimenta ainda ressalta: “Mais uma importante medida para manter a saúde do corpo, e especificamente da coluna, é exercitar-se de maneira constante, fortalecendo os músculos abdominais e das costas, assim ajudando a coluna a suportar o peso do corpo de forma saudável”.

Embora a elegância feminina geralmente peça salto alto, não abuse demais deste tipo de calçado, tentando alternar entre saltos mais baixos e mantendo atividades físicas regulares. A sua coluna agradecerá!

NA GRAVIDEZ

Lombalgia é um problema de saúde comum. As mulheres são mais propensas e além disso, a gravidez é uma das condições que predispõem as mulheres a desenvolverem a dor nas costas. Muitas mulheres grávidas consideram que essas dores lombares sejam uma parte normal da gravidez e esperam que desapareça espontaneamente após o parto, mas a literatura revela que a condição deve ser considerada como um evento a se prestar atenção. Para algumas mulheres, as dores lombares na gravidez podem ser o início de um problema crônico, causando prejuízo físico considerável.

As dores nas costas correspondem à complicação mais comum da gravidez. Vários estudos relataram que mais de 50% sofrem com problemas nas costas durante os 9 meses de gravidez, sendo que 75% não tinham histórico de dores lombares antes da gravidez.

Isso se dá pelas importantes mudanças da estrutura corporal da mulher. Com o desenvolvimento e crescimento do bebê, o centro de gravidade da gestante se desloca para frente, e para compensar este mudança ela curva-se para trás, aumentando sua curvatura lombar (lordose). Além desta compensação postural, atividades diárias exigem forças do corpo de forma diferente de anteriormente. Sem um preparo muscular adequado certamente vai acontecer uma sobrecarga na coluna, gerando desconforto e dores.

Com o consentimento médico são indicadas atividades físicas leves que mantém a futura mãe saudável física e psicologicamente. Exercícios de baixo impacto como caminhadas, hidroginástica, natação e yoga são ideais para a manutenção e aprimoramento da musculatura, o que auxilia a uma natural readaptação do corpo à nova estrutura. Alongamentos corretamente realizados são sempre fonte de relaxamento e alívio de dores localizadas, utilize-os, mas não abuse, pois com os hormônios há uma leve frouxidão dos ligamentos dos músculos. Quando as dores são inevitáveis, programas personalizados de fisioterapia e massoterapia são úteis para alívio e contínua prevenção.

Apesar de estar fisicamente apta a realizar diversas tarefas, deve tomar cuidados redobrados para evitar acidentes, pois como dito anteriormente, o corpo da mulher grávida está diferente e assim, são mais recorrente os incidentes. Por exemplo, os sapatos baixos, além de mais confortáveis, são mais seguros, evitando deslizes ou escorregões.

Em especial também salientamos que a mãe deve ter uma boa alimentação. Para que o bebê também possa se favorecer dos nutrientes em que a mesma ingeriu é necessário colocar no cardápio muitas frutas e evitar alimentos muito gordurosos. Para as fumantes, pode ir esquecendo o cigarro!

Se preservando de altos níveis de estresse e esforço físico, porém não deixando de continuar interada com tarefas cotidianas e corporais, a grávida pode ter fazer deste período prazeroso e inesquecível.
 

Veja também

Sete sinais de alerta de Dores nas Costas07/04/10 Se você responder "sim" a qualquer uma das perguntas a seguir, você deve consultar um especialista em coluna: 1. Sua dor na parte inferior das costa se prolonga até sua perna? Se a dor é persistente e severa, ela é um sinal de que algo está comprimindo um nervo que se prolonga de suas costas para a perna. 2. A dor na sua perna aumenta se você levantar......
Envelhecimento da Coluna Vertebral31/07/15 Em nossa coluna vertebral encontramos 33 vértebras e 23 discos. O disco é aquela estrutura encontrada entre 2 vértebras e sua função principal é de amortecedor e tornar a coluna vertebral flexível. Ele é......
Hérnia de Disco30/07/15 A coluna vertebral possui 33 vértebras e 23 discos. O disco está situado entre cada vértebra e servem para amortecer os choques e permitir mobilidade da mesma. O disco é constituído de 2 partes: Uma parte externa que......

Voltar para Blog